Paz: uma conquista impossível?

A maioria das guerras sempre são relacionadas com a conquista da harmonia entre diferentes povos ou ideologias. Tudo indica que o ser humano foi projetado biologicamente para agir com violência quando se busca defender seus interesses e objetivos. Infelizmente prevalece em seu pensamento que em momentos de adversidades, seja mais prático (e mais lucrativo) organizar guerras do que conversar com o “inimigo”. O problema é que os confrontos estão ocorrendo com cada vez mais frequência e deixando cada vez mais inocentes feridos, sendo que os motivos de confronto acabam se tornando irrelevantes ou de menor importância; pois o mais importante é que haja o vitorioso, simbolizando a obtenção de poder, e o perdedor, simbolizando a fraqueza.

Giulia Zenão Savazzi    nº14

Os únicos momentos em que a paz está presente na dia-a-dia são quando família e amigos estão felizes juntos, ou quando se está escutando uma musica que se gosta, desenhando, fazendo ginástica ou apenas dormindo após um dia agitado.

Maria Beatriz Gonçalves Vieira Prioste  nº32

A paz é relativa, dependendo do olhar que a pessoa tem sobre ela. Talvez um indivíduo possa estar vivendo com ela, porém outro, ao mesmo tempo, não. Nunca houve um momento em que todos os seres humanos estivessem realmente em paz. Sempre há o descontente, o que pensa diferente dos demais e aquele que age ou reage agressivamente.

Helena Korres de Paula nº19

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: